Força Aérea

Tenente-General João José Carvalho Lopes da Silva

Nomeado para o STJ a 17 de outubro de 2017

O Tenente-General João José Carvalho Lopes da Silva nasceu em Lisboa em julho de 1958.

Ingressou na Força Aérea em 4 de abril de 1976.

Desempenhou funções:

- na Base Aérea 1 em Sintra, onde foi instrutor de voo e integrou a patrulha acrobática “Asas de Portugal”.

- na Base Aérea 6 no Montijo, onde foi Oficial de Operações e Comandante de Esquadra.

- na Base Aérea 11 em Beja, onde foi Comandante de Esquadra.

- no Comando Aéreo em Monsanto, onde chefiou o Centro de Operações Aéreas e a Repartição de Informações Militares.

- na Academia da Força Aérea em Sintra, onde foi Comandante do Grupo de Alunos, professor e instrutor de voo.

- no Comando Aliado da NATO em Mons, Bélgica, onde integrou a Secção de Coordenação do Combined Joint Planning Staff com responsabilidades na área da produção de doutrina.

- no Instituto de Altos Estudos da Força Aérea em Sintra, onde foi professor e chefe da Área de Emprego de Forças.

- no Centro de Operações Aéreas da NATO em Torrejon, Espanha, onde chefiou a Divisão de Planeamento.

- no Estado Maior da Força Aérea em Alfragide, onde chefiou a Divisão de Informações.

Participou em diversos exercicios nacionais e internacionais tendo frequentado vários cursos e formações dos quais se destacam o curso de ciências militares da Academia Militar, curso de pilotagem nos EUA, curso de instrutor de voo, curso de segurança de voo, curso de guerra Nuclear Bacteorológica e Quimica, curso técnico da Unidade Nacional de Verificações, curso de monitor de operações aéreas em ambiente maritimo,   curso operacional de aviões de combate, curso operacional de aviões plurimotores, curso de promoção a oficial superior, curso de promoção a oficial general.

Comandou a Esquadra 301 com aviões Fiat G-91 e Alpha-Jet e comandou a Base Aéra 4 nos Açores. Foi Director do Centro de Informações e Segurança Militar do Estado Maior General das Forças Armadas, Inspector Geral da Força Aérea, Comandante Aéreo e Vice Chefe de Estado Maior da Força Aérea.

Possui mais de 4000 horas de voo, a maioria das quais em aviões de combate e instrução.

Foi distinguido com diversos louvores e condecorações donde se destacam as Grã Cruz da Ordem Militar de Avis, Grã Cruz de Mérito Militar, Medalhas de Serviços Distintos grau ouro e grau prata, Medalhas de Comportamento Exemplar grau ouro e grau prata e Medalha de Mérito Aeronáutico de 1ª Classe, entre outras.

Tomou posse como Juíz Militar do Supremo Tribunal de Justiça no dia 22 de novembro de 2017.

 


Marinha

Vice-Almirante José António de Oliveira Viegas 

Nomeado para o STJ a 31 de Agosto de 2015 

O Vice-almirante José António de Oliveira Viegas nasceu em 26JUN51, ingressou na Escola Naval em 1969, tendo sido promovido a Guarda-marinha em Outubro de 1973.Especializou-se em Eletrotecnia, esteve embarcado em Fragatas e Corvetas e comandou o Draga-minas Lagoa. Como oficial superior foi Imediato e Comandante da Fragata Álvares Cabral. 

Participou em vários exercícios nacionais e internacionais, e comandou o navio-chefe durante a operação SHARP GUARD no Mar Adriático em 1995. 

Em terra prestou serviço em organismos da estrutura do Pessoal e do Material, foi instrutor na Escola Naval e na Escola de Comunicações e Foi Chefe da Divisão do Material do Estado-Maior da Armada. Chefiou o Gabinete do Comandante-em-Chefe da Área Ibero Atlântica da OTAN em Oeiras e o Gabinete do Superintendente dos Serviços do Material da Armada. 

Promovido a Conta-almirante em 2014, chefiou o Gabinete do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas e a Divisão de Planeamento Estratégico-Militar do Estado-Maior General das Forças Armadas. 

Foi promovido a Vice-almirante em Novembro de 2009 e tomou posse do cargo de Superintendente dos Serviços do Material que ocupou até à sua passagem à reserva em Junho de 2013. 

Presidiu ao Conselho Superior de Disciplina da Armada, cargo que acumulou com o de Diretor da Comissão Cultural da Marinha. 

Recebeu diversos Louvores e Condecorações de que se destacam a Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis, as Medalhas Militares de Prata e de Ouro de Serviços Distintos, as Medalhas Militares de Mérito Militar de 1ª e 2ª classes, a Grã-Cruz de Mérito Naval de Espanha, a Medalha de Ouro de Comportamento Exemplar e a Medalha NATO. 

© 2015 Supremo Tribunal de Justiça